José Soudo

Por motivos profissionais não posso estar presente de corpo e alma na tua festa. Com imensa pena. Mas sabes que o meu coração foi até aí.

Nos tempos que correm, bem difíceis aliás, temos que olhar em frente. Mas vais perdoar-me e vou recuar uns 15 anos. Já sei, tinha imenso cabelo. Mas também fica sabendo, que a minha cada vez mais lustrosa careca, se deve às horas que passei enterrado na companhia da luz vermelha a inalar revelador.

Lembro-me do primeiro dia que entrei no ARCO. Foi para me inscrever em Fotografia e Escultura. Foi no tempo em que existiam as filas à porta do ARCO e tu a distribuir senhas numeradas. Fui o último a ser inscrito. Depois só em lista de espera.

Tive sorte. A partir daquela hora conheci gente fantástica e conheci-te a ti. O ARCO foi a minha escola. Escola de trabalho, criação e de amizade.

Há quem teime em chamar-me Fotógrafo. Tenho dúvidas. Mas se o sou, devo ao ARCO e em especial a ti. Como aprendiz achava-te uma enciclopédia ambulante. Deixa-me abrir um parêntese para te dizer que achava o Manuel Silveira Ramos a autoridade. Mas ainda hoje te acho uma enciclopédia, agora com mais volumes.

Como sou português, não sei se existirá alguma virtude nisso, matei-me a pensar se ao longo destes anos todos, tivemos um amuo entre os dois, uma chatice, bem típica portuguesa. Pois agrada-me dizer-te, que não encontrei vestígios de nada. Sempre nos demos muito bem, até no dia que me entregas-te a senha numerada. Fui o último!

Só sei que és muito melhor do que eu. Ainda bem. Mas numa coisa fui o melhor. Sem Adriano não havia Maria José.

Um abraço de fraterna e verdadeira amizade. Daqui a 15 anos, não leves a mal se por motivos profissionais não for à tua festa. Sinal que estás a gozar a reforma e eu não estou no desemprego.

7 comments

  1. Um grande abraço para ti e para o José Soudo. Uma enciclopédia como dizes e uma grande referencia.Para mim ele era “a fotografia” no ARCO e um grande exemplo.Obrigado Zé, por tudo.

  2. Caro Adriano

    Também eu passei pelo ARCO e tive a felicidade de ter o José Soudo como professor. A sua sabedoria e amabilidade para connosco bastava para manter-nos a todos bem atentos com vontade de mais. Foi, a par do Roberto, quem mais me ensinou.

    Sei que não nos conhecemos em pessoa (ou se já estivémos em algum trabalho juntos eu não sabia quem era), mas de muitas fotografias que já vi suas ao longo destes anos e depois de ter passado a manhã de hoje a ler o blog de ponta a ponta, gostaria de lhe dizer a referência que é para mim.

    Um abraço e espero encontrá-lo um dia
    José Goulão

    1. Telmo, presumo que sejas meu primo. Sou dos mais velhos da 2ª geração dos Soudo. Fiz 60 anos em Maio e sou professor de Fotografia há mais de 27 anos no Ar.Co

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s