Paulo Pimenta

Convidei-o para ir mostrar o seu trabalho aos meus alunos do Politécnico do Porto. Ele aceitou e mais uma vez foi pontualíssimo. Apresentei-o aos alunos como um fotógrafo obcecado. Ele não reagiu.

Ontem ao abrir o sítio do Público fiquei a saber que ele tinha ganho o Prémio Internacional de Fotojornalismo promovido pela Estação Imagem em Mora. Vinte e quatro horas antes, tínhamos estado a conversar os dois sobre o concurso. Ele concorreu mas sabia que não ia ganhar. Eu não concorri porque sou anti-concursos de fotojornalismo.

Fiquei feliz. Porque foi o Pimentinha a ganhar. É o prémio para quem trabalha imenso. O prémio do prazer.

E neste dia de Liberdade o meu cravo é para ti.

2 comments

  1. lindíssima imagem da Oliva, pena que aí faltem as máquinas e as pessoas e o progresso e as promessas e o orgulho de antigamente. era ainda mais bonita então. se sabia que era o Professor Adriano que vinha fotografar o meu avô a S. João da Madeira, tinha ido com ele à entrevista.🙂
    os meus parabéns ao Sr. Paulo Pimenta!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s