Rodrigo Cabrita

Onze + Rodrigo Cabrita

Ainda me lembro como se fosse hoje, daquela conversa em milhares de conversas próprias de fotojornalistas enquanto esperam e muitas vezes desesperam que os acontecimentos simplesmente aconteçam, de me falarem de um puto do DN. Memorizei o seu nome e quando desfolhava o diário procurava fotografias do puto ruivo.

O puto era bom. O puto é bom. E se a qualidade do seu olhar não se discutia, o que mais me fascinou no ruivo foi a sua camaradagem mandando sempre a ridícula e mesquinha concorrência às malvas.

O puto fez-se homem, ou melhor, o puto já era um senhor. E hoje a Carminho com 3 quilos e meio descobriu o mundo no hospital da Luz. E se bem sei, a bebé Carminho já se tornou a modelo favorita do puto ruivo, de barba desalinhada e retorcida. O Rodrigo Cabrita é pai pela segunda vez. Merecido, abençoado.

Hoje o 121212 está em festa. Festa da vida. E como as velas que se colocam no bolo doce de muitas vidas amargas, o 121212 passa a ser 131212. A Carminho irá soprar infinitas velas de um bolo doce de uma doce vida.

Parabéns!

fotografia de Rodrigo Cabrita

www.121212.pt

Limoeiros

 

Aqui estamos nós. Se no último encontro reunimos na adega, desta vez foi numa sala enamorada por limoeiros. Adriana Morais, Adriano Miranda, José Carlos Carvalho, José Manuel Ribeiro, Lara Jacinto, Nuno Fox, Nuno Veiga, Rodrigo Cabrita e Vasco Célio discutiram, com alma e coração, Fotografia. E se pelo meio nos degustámos com uma bela feijoada de chocos feita por mãos sábias e calejadas, e regámos com belos vinhos algarvios, a discussão não parou e a muitas conclusões chegámos. Brevemente, Portugal saberá e se espantará. De momento, só podemos partilhar a gostosa conclusão de como é bom estar entre amigos e discutir com a liberdade de pensamento a passear sobre nós.

Vai ser de liberdade o que nós estamos a preparar. Sem ela nada feito.