5%

Hoje estava dentro do carro e um velhote passou. Com a bicicleta pela mão que as pernas já não ajudam, e com a pele enrugada pelo sol e pela terra, deu-me os bons dias com um ar fraterno. Respondi da mesma maneira e perguntei Então a vida corre? Vamos vivendo um dia de cada vez.  Amanhã estaremos cá. Vamos ver, pelo menos em pé. Pois, deitados é que não, respondi eu olhando aquele corpo magro, mal vestido e com a história da vida sofrida bem estampada no rosto. No rádio a notícia de que o Banco de Portugal recuou nos aumentos salariais de Victor Constâncio fez com que os meus olhos olhassem o homem da bicicleta pela última vez.

Por lapso o governador do Banco de Portugal não viu o seu salário ser aumentado 2,1%  em 2008. Por isso em 2009 seria aumentado 2,9% e corrigido o engano de 2008, ou seja, era aumentado 5%. Com ele também Amado da Silva, administrador da ANACON e Manuel Sebastião administrador da Autoridade da Concorrência e ex- governador do Banco de Portugal, seriam também contemplados com  5% de aumento salarial.

Nos tempos que correm não sei o que podemos chamar a estes 5%. Os quinhentos mil desempregados, os milhares de precários e os dois milhões de pobres, saberão adjectivar bem Victor Constâncio e companhia.

Será que sabem o que é andar com a bicicleta pela mão?

adriano miranda

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s