No Limiar da Marmita

Somos já dois milhões de pobres. Muitos outros vivem com a corda na garganta com a esperança que o nó não deslize.

O consumo de carne e de peixe está a diminuir. Os enlatados estão a subir. A fome existe. Existem pessoas exploradas, marginalizadas, enganadas, saturadas. Vivemos para alimentar os muito ricos que humilham todos os pobres que somos nós.

Podemos agora concertar álibis com a crise internacional. Não nos podem é enganar que o modelo que deu origem à tão falada crise é o modelo que tem governado o nosso país. Um modelo capitalista, neo-liberal ou de mercado, mudem-lhe o nome que o fim é sempre o mesmo. E a história não engana. Modelo que deu origem a várias ditaduras, a guerras civis e mundiais, a fome e atrasos, a injustiças sociais, fomentadora de racismo e humilhações.

Ontem ao ouvir Vital Moreira, Paulo Rangel e Nuno Melo no debate Prós e Contras senti-me marciano. Galadiaram-se como se os partidos deles e eles nunca tivessem tido responsabilidades de governação neste país. Como se eles nunca tivessem defendido este modelo. Não existe culpa. Não existe responsabilidade. Existe descaramento e falta de seriedade.

Enquanto se pavoneavam os três, milhões de portugueses pensavam como viver mais um dia. Uns com marmita muitos outros já sem ela.

adriano-miranda5

One comment

  1. Grande Mestre… depois do fotojornalismo o caminho que vou seguindo é o despojornalismo e elas vão despindo e eu ganhando o meu dinheirinho lol ,espero que esteja tudo bem Adriano, grande abraço …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s