Vírus

Desde o dia 1 de Setembro foram despedidos nos Estados Unidos 303.880 trabalhadores, na Europa 206.660, em África 5.500 e na Ásia-Pacífico 36.480. Totaliza 739.240 despedimentos em todo o mundo aqui contabilizados só nos anúncios de despedimento superiores a 1000 trabalhadores.

Ontem o capitalismo bateu mais um recorde, 70 mil despedimentos só em 24 horas. Os responsáveis teorizam sobre a crise como se fosse um vírus  que apareceu no ar e nos atinge a todos sem distinção. Não existem causas e tudo é inevitável.

Próprio de sociedades de consumo desenfreadas, apodrecidas politicamente, injustas socialmente, desiquilibradas ambientalmente, corruptas e branqueadoras dos Direitos Humanos, o capitalismo ou economia de mercado ou globalização, mudem-lhe os nomes que pouco importa, gera cada vez mais desigualdades e desumanidades.

Vivemos com pouca esperança e com o medo à porta. Não somos livres por mais ilusões que nos queiram vender. Parece que a hora se está a aproximar e que o mundo se vai levantar.

Um novo caminho é preciso.

virus

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s