A Louca e o Deus

Quando conheci a minha mulher já era professora do 1º Ciclo. Admirei, a forma como se entregava à escola, como trabalhava com os meninos e como os apoiava em situações sociais gravíssimas. Ensinava com um método inovador, o método Escola Moderna. Preparava aulas em casa e muitas vezes também eu ajudava com o que sabia. Discutia com os seus pares novos métodos de ensino. Sempre me habituei a ter uma verdadeira Professora em casa. Orgulhosa, empenhada e feliz.

No sábado rumou de Aveiro a Lisboa, orgulhosa, empenhada mas triste por não ser já a mesma Professora. Não porque não queira, mas porque não a deixam. É Professora com competências pedagógicas. Para isso se formou. Mas agora, deram-lhe competências administrativas. Quase custa a acreditar, mas em três anos, as escolas tornaram-se num verdadeiro inferno, em que o bem supremo que é ensinar corre o verdadeiro risco de passar para segundo plano.

No sábado senti revolta ao ouvir as grosseiras mentiras de Maria de Lurdes Rodrigues e de José Sócrates. Senti vergonha do meu país porque é governado por incompetentes, por maquiavélicos, por mentirosos e desumanos. Por momentos sinto que vivo noutra ficção. Estou farto de ser enganado por uma louca e por um falso Deus. Ela, é má, seca e diabólica.  Ele, é arrogante, vaidoso, cego, insensivel e desumano.

A minha mulher vai voltar a ser Professora porque a louca vai desaparecer. Portugal não aguenta tanta maldade.

louca

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s