A Arte de Multiplicar

O PS resolveu fazer um comício para comemorar os três anos de governo. Não sei se haverá alguma coisa a comemorar, mas o que é certo, é que o Partido Socialista tem todo o direito a manifestar-se.

Em clima de forte contestação ao governo PS, Sócrates sentiu necessidade de dar uma resposta. Sabia ele, sabiam as cúpulas do PS, que os tempos não estão de feição. Primeiro, escolheram uma praça do Porto, por último, a escolha recaiu num pavilhão desportivo, o Académico, um dos mais pequenos da Invicta.

Mas porque Sócrates não dorme, tudo foi pensado para as imagens de televisão. Num pavilhão cheio dado o seu tamanho reduzido, muitos militantes PS ficaram na rua. Cenário perfeito para dar a ilusão de uma enchente.

E Sócrates decidiu entrar pela porta principal, rompendo pelos suados militantes que mais pareciam estar numa estufa. Foram gritos de aflição, pessoas a cair, outros pisados ou entalados e muitos com falta de ar. Com seguranças a empurrar e uma organização quase inexistente, Sócrates parecia César a entrar na arena. Triunfal, mesmo com poucos que pareciam muitos. As imagens de televisão estavam ganhas.

Em resposta aos 50 mil do PCP e aos 100 mil dos professores, Sócrates transformou 7 mil em 70 mil.

arte-multiplicar

4 comments

  1. Se me permite, meu amigo Adriano, você continua a elevar o nome da fotografia em Portugal! Excelente foto esta, mais as que sairam no Público. Quer a da 1ªpág, quer a de dentro! Você e mais alguns ainda me fazem acreditar num futuro melhor…abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s