Arenas

Ontem fui ao futebol. Fui obrigado claro, por motivos profissionais. Na arena da Liga dos Campeões, recordei as minhas idas ao futebol ver o Beira-Mar esfarrapar-se na 2ª divisão. Vendia-se garrafas Sagres e trincava-se amendoins para combater as emoções. O árbitro era sempre “muito bem” tratado, pois o Beira quase sempre perdia.

Comprava o bilhete, 500 escudos, com o saudoso cartão jovem. Não tinha a bela almofadinha para amaciar o cimento da  reles bancada. Tinha sim, a minha bonita gabardine para os dias de molho. Mas de molho vinha eu quase sempre com mais uma derrota em cima.

Olho para a arena, e milhares gritam ou cantam vidrados num sectarismo mudo e surdo. Afinal, a história da humanidade está repleta de arenas.

Ai se Nero tivesse criado o futebol. 

aaaaaaaaaaaaa.jpg

2 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s