A modinha

Lá estão elas outra vez. As que saiem no pacote do Omo,  pequenas e grandes, umas chinesas com as cores desmaiadas ou trocadas, outras do Vale do Ave perfeitas mas caras. 

São mulheres aos milhares doidas com as pernas do Cristiano cantando a Portuguesa.

São homens aos milhões a darem prognósticos só no fim do jogo.

E na minha rua todos os dias está o mesmo mendigo, na mesma soleira com o mesmo papelão made UE.  

São as bandeiras de um país à beira mar enterrado.

2 comments

  1. já viste que é tão estúpido tão estúpido, que os professores sempre reclamaram a falta de interesse de muitos pais em aparecerem nas reuniões com os directores de turma? táaaabem u @braço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s